Indicações

Firmes Resoluções de Jonathan Edwards, de Steven Lawson

clique na imagem

Este é um livro diferenciado, seu título já mostra que o conteúdo é bastante específico. Li o meu mais de uma vez, e pretendo o fazer outras vezes. Livros como este devem ser digeridos, cada nutriente oferecido deve ser consumido sem o menor remorso.

Aprendi tanto que, vez por outro, me pego foleando este livro, novamente! Edwards foi um cristão exemplar, mesmo com suas falhas e dificuldades, serviu a Deus e a sua geração de forma espetacular.

O reverendo Steven Lawson comenta as resolução de Edwards de uma forma tão interessante que prende a atenção do leitor. Cada uma das resoluções de Jonathan Edwards fica como porções a serem saboreadas ao modo de cada leitor.

Sugiro este livro para reuniões de oração, grupos familiares, células ou grupos de leitura cristã. O aprendizado que será gerado tornar-se-á, ainda mais interessante, se compartilhado entre amigos.

Por fim, ressalto que o livro é denso, embora não seja muito grande. Trata-se de um texto cuja finalidade não é outra, senão, revelar a glória e majestade de Deus.

Não é um livro de Edwards, embora isso pareça óbvio, o digo para evitar que desatentos fiquem inquietos esperando explanações intensas, tais como Pecadores nas mãos de um Deus irado. É um livro "sobre" Edwards e sua decisão de elaborar resoluções e se esforçar para segui-las.

Super indico!

Por que tarda o pleno avivamento? de Leonard Ravenhill

Por que tarda o pleno avivamento?
Pergunta difícil. Mas, Leonard Ravenhill apresenta algumas respostas. Neste livro, ele mostra que uma das formas de retardar o avivamento e desistir da oração. Isso mesmo, deixar a oração de lado. Ravenhill chega a afirmar que: "Se fracassarmos na oração, fracassaremos em todas as frentes da batalha"...

Na época do autor as pessoas queriam promover avivamento com métodos estranhos, e, isso continua a ocorrer em nossos dias. É um livro super atual, parece que o autor estivera por aqui e registrou todo esse desespero na busca de coisas terrenas, abandonando a prioridade que seria o Reino.

clique na imagem

Esse não é um livro para carnais! É importante frisar isso aqui. Pessoas que esperam leituras para massagear o ego ou para sentirem-se bem consigo mesmas, ainda que mergulhadas na lama do pecado, podem tirar o cavalo da chuva, este livro vai confrontar geral.
Já no prefácio, redigido por A. W. Tozer, fica clara a intenção do autor deste clássico. Tozer chega a dizer que muitos ao lerem este livro vão sentir "ira" e sentimento de desprezo pelas verdades que o Espírito Santo confiou ao autor. Outros, para Tozer, irão para um cantinho, com reverente cuidado, e começarão a reconhecer o quanto precisam mudar em relação a Deus e a sua Palavra.

É um livro para crentes! Cristãos que de fato nasceram de novo.

As palavras cortantes de Ravenhill serão capazes de influenciar corações ainda neste tempo.

Leia atentamente, e, se necessário, leia novamente. Deixe a palavra fixar em você e fazer efeito.

Indico este livro. A meu ver, chega a ser profético!

Em busca de Deus, de A. W. Tozer

Pensa num devocional envolvente! Isso mesmo, agora multiplique por um milhão. Pronto, estamos falando do clássico Em Busca de Deus, do doutor Tozer. Muito mais que um livro; uma lenda! Best seller da época, e, atualmente, um devocional de elevado prestígio no meio cristão protestante.

O texto começa com um testemunho, isso antes dos escritos de Tozer. O prefácio e texto inicial elaborado por James Snyder deixa o livro com um sabor de quero mais!

O meu exemplar adquiri a pouco tempo, integra o meu pequeno acervo, ainda em construção. É um daqueles livros que você termina de ler e diz: Hum, não sei não, acho que vou ler alguns trechos de novo!

clique na imagem

O livro é pequeno, dá para ler de uma única vez, embora isso não seja recomendado para devocionais. A. W. Tozer faz o que sabe com maestria: exorta, confronta e conforta os escolhidos do Senhor, através desse livro.

É a tradução de Pursuit to God (Perseguindo Deus), que, em Língua Portuguesa ganhou, primeiramente, o título À procura de Deus (recentemente substituido por - Em Busca de Deus). Obs.: Há um livro do Jonh Piper de mesmo nome - não confundir.

O livro é envolvente, faz o leitor parar tudo que estiver fazendo e se concentrar nos detalhes da explanação inteligente do autor. Tozer foi brilhante neste livro, o qual, como relatado por James Snyder, foi elaborado em um trem, em umas 4 ou 5 horas, numa viagem em que o autor realizaria uma pregação do Evangelho. No caminho de Chicago...

Indico de olhos fechados!